21 de jan de 2013

Sites oferecem aula gratuita de idioma, mas sucesso depende de dedicação


Os cursos on-line gratuitos de idiomas estão em alta e se proliferam na internet.


Entre os sites que oferecem o serviço estão Babbel (http://pt.babbel.com), BBC (www.bbc.co.uk/languages), Busuu (http://www.busuu.com/pt), Deutsche Welle (www.dw.de/learn-german) e também o site Livemocha (www.livemocha.com).

De acordo com Maria Aparecida Caltabiano, professora do Departamento de Linguística da PUC-SP, a experiência de aprender sozinho um idioma na internet varia segundo o aluno. "Sem tutor, é necessário muito comprometimento."

Francisco Chocholous, trainee de marketing, já utilizou o site LiveMocha
para estudar francês (Foto: Zé Carlos Barretta/Folhapress
Francisco Chocholous, 23, trainee de marketing, concorda com a especialista. No Livemocha, comunidade de aprendizado de idiomas, ele iniciou o estudo de francês.

"Gostei bastante do site, que usa metodologias que situam o vocabulário e gramática em contextos da vida real."Apesar da afinidade, diz que sentiu falta de um professor e de uma turma. "Gravar falas em um microfone não é igual a conversar."

Para Angelita Quevedo, coordenadora de educação à distância da PUC-SP, o aprendizado on-line nos cursos gratuitos é mais adequado para quem tem conhecimento da língua, servindo como estudo complementar ou mesmo como manutenção do conhecimento já adquirido.

Ela diz que os sites precisam melhorar, porque têm pouca interatividade. "O usuário acaba aprendendo as habilidades básicas, ou seja, a leitura e a escuta, mas não consegue desenvolver suficientemente a fala."







RODRIGUES, Ana Carolina. Sites oferecem aula gratuita de idioma, mas sucesso depende de dedicação. Folha de São Paulo. Acesso em: 21/01/2013. Disponível em: http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/1216845-sites-oferecem-aula-gratuita-de-idioma-mas-sucesso-depende-de-dedicacao.shtml. 


0 comentários:

.