9 de jan de 2013

Fies: confira passo a passo para inscrição

Programa do MEC oferece financiamento para estudantes universitários. Saiba quem pode participar e como fazer para concorrer a uma vaga

Com a recente publicação das notas dos cerca de 4 milhões de participantes do Enem 2012, está oficialmente aberta a temporada de disputa por vagas em instituições de ensino superior públicas e privadas. Para chegar às tão sonhadas vagas, os candidatos devem passar por um dos programas mantidos pelo MEC, que selecionam os alunos ou concedem bolsas ou financiamento estudantil. É o caso do Fies, programa oferece financiamento estudantil em universidades privadas. Saiba quem pode participar do programa e como fazer para concorrer a uma vaga.

1. O que é

Programa do Ministério da Educação (MEC) que concede financiamento a alunos de instituições privadas de ensino superior. O financiamento é feito obrigatoriamente pelo Banco do Brasil ou pela Caixa Econômica Federal, instituições financeiras controladas pela União.

2. Quem pode participar

Estudantes com renda familiar bruta de até 20 salários mínimos (13.560 reais) e que estejam regularmente matriculados em cursos de graduação com conceito igual ou superior a 3 na avaliação do MEC (confira as instituições habilitadas http://sisfiesportal.mec.gov.br/pesquisa.html). Os candidatos também precisam comprovar que a mensalidade do curso escolhido compromete pelo menos 20% da renda familiar.

3. Enem: requisito obrigatório

Estudantes que concluíram o ensino médio a partir de 2010 precisam ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ter direito à inscrição do Fies. Aqueles que se formaram antes de 2010 só precisam apresentar o certificado de conclusão do ensino médio.

4. ProUni e Fies

Estudantes que tenham bolsas de estudo concedidas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) no valor de 50% da mensalidade podem se inscrever no Fies para solicitar o financiamento do restante dos custos estudantis. Na contratação do financiamento, eles ficam dispensados de apresentar um fiador (veja item a seguir).

5. Fiador

É necessária a apresentação de um fiador para obter o financiamento. Ficam dispensados da exigência os estudantes que têm bolsas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), os alunos de cursos de licenciatura e aqueles que têm renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio (1.017 reais) e que optaram pelo Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC).

6. Calendário

O estudante pode requerer o financiamento em qualquer período do ano.

7. Percentual de financiamento

De acordo com a renda familiar, os estudantes podem solicitar o financiamento parcial (50% ou 75%) ou integral do valor do curso.

8. Taxa de juros

3,4% ao ano.

9. Carência e prazo para pagamento do financiamento

Três meses após contratar o financiamento, o estudante começa a pagar, a cada três meses, uma parcela referente aos juros da operação – no valor máximo de 50 reais. O pagamento do valor financiado em si, contudo, pode começar até 18 meses após a conclusão do curso. O prazo para que o ex-estudante, agora um profissional, quite a dívida varia de acordo com seu contrato. O cálculo é o seguinte: toma-se o número de meses de duração do financiamento e multiplica-se por três; o resultado é acrescido de 12 meses. Um exemplo: o estudante que financiar seis meses de curso terá 30 meses para pagar o valor devido (6 meses x 3 = 18 meses // 18 meses + 12 meses = 30 meses).

10. Inscrições: 1º passo

O estudante deve acessar o site do Sistema Informatizado do Fies (Sisfies) http://sisfiesaluno.mec.gov.br/ e informar os dados pessoais. Em seguida, receberá em seu e-mail uma mensagem de validação do cadastro. Então, deve voltar à página do Sisfies para completar a inscrição com mais dados pessoais e acadêmicos (curso, instituição de ensino) e informações sobre o tipo de financiamento desejado.

11. Inscrições: 2º passo

No prazo de dez dias após a conclusão da inscrição, o estudante deve comparecer à instituição de ensino escolhida para validar seu cadastro e retirar o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), que comprova a realização da etapa.

12. Inscrições: 3º passo

Com o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) em mãos, o estudante deve comparecer a uma agência do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal para formalizar a contratação do financiamento. É importante lembrar que o estudante tem um prazo para isso: são dez dias corridos, contados a partir do terceiro dia útil após a validação da DRI pela instituição de ensino.



___________. Fies: confira passo a passo para inscrição. VEJA. Acesso em: 08/01/2013. Disponível em: http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/fies-confira-passo-a-passo-para-inscricao. 

0 comentários:

.